sábado, 24 de maio de 2008

Retrato 10ºAno

Mais um retrato... Filipe Girão por João Barros

Do alto da sua torre de controlo que Deus lhe deu e com aquele olhar que sempre mantém entre o distanciamento e uma envolvência profunda e sufocante, está sempre atento a tudo, mesmo que uma observação rápida não o permita perceber.
De tez morena, minada pelos percalços da adolescência, olhos tímidos num espelho da personalidade e cabelo preto que esconde as orelhas que não fogem à normalidade. Num sorriso que surge qual D. Sebastião nos dias do nosso nevoeiro, pousado nos lábios finos e branqueados por uns dentes que são o fiel retrato da pureza.
Faz da elegância um posto, da sua altura uma mais-valia num retrato pintado com cores alegres e vivas, embora a observação possa trair (novamente) essa percepção e opinião. O facto de a observação nos poder “trair” não é um capricho desta, mas sim uma prova viva da simplicidade e da elegância com que este bom gigante encara a vida.
Em suma, é como o sol, nem sempre se vê, mas a verdade é que está sempre lá.
João Barros, 10ºD

2 comentários:

Pi disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
LINA SOARES disse...

ÉS BRILHANTE.!
SEMPRE TE DISSE...
CONTINUA,ESTAREI ATENTA.
LINA SOARES